André Amálio/HotelEuropa – LIBERTAÇÃO


residência artística
1-31 de março 2017

portas abertas
31 de março, 21h30

André Amálio é um artista frequente no Espaço Alkantara. Desde 2015, tem vindo a desenvolver os espetáculos do ciclo sobre o colonialismo português e todos eles, de uma forma ou de outra, passaram pelo Alkantara. Em 2015, apresentou Portugal Não é Um País Pequeno, um projeto que reflete sobre a ditadura, a presença portuguesa em África e a vida dos antigos colonos portugueses através dos seus testemunhos reais. Em 2016, esteve em residência artística a desenvolver o segundo espectáculo do ciclo sobre o fim do colonialismo português, Passa-Porte.
Agora, André Amálio e os Hotel Europa dedicam o mês de março a desenvolver Libertação, o próximo espectáculo que se insere no ciclo sobre o fim do colonialismo português. Este espectáculo será construído dentro de uma estética de novo teatro documental, procurando aliar uma experiência de criação artística à investigação académica a partir de métodos historiográficos, em particular, pesquisa de arquivo e história oral.
O espectáculo Libertação aborda a questão mais traumática da história recente de Portugal: a Guerra do Ultramar. Reflecte sobre este acontecimento histórico a partir do ponto de vista da luta de libertação que foi desenvolvida em Angola, Guiné e Moçambique, o impacto no estado Novo e a consequente queda do fascismo em Portugal. Libertação pretende olhar de uma outra forma para este episódio traumático da nossa história analisando-o, sobretudo, a partir do lado africano. Começando por descrever e analisar o movimento de independências em África, para melhor entender o caso do Colonialismo Português no contexto mundial. O espectáculo será construído a partir de entrevistas feitas com antigos soldados das guerras de independência e através de uma rigorosa pesquisa de arquivo sobre a guerra colonial e os discursos políticos produzidos pelos líderes de ambos lados da guerra, em particular de António Oliveira Salazar, Amílcar Cabral, Marcello Caetano, Eduardo Mondelane, Agostinho Cabral, Holden Roberto, Jonas Savimbi, Samora Machel.

Com apoio da fundação GDA e apoio de residência do Espaço da Alkantara, Espaço Do Tempo e DEVIR/CAPA.
Criação André Amálio

Co-Criação/Movimento Tereza Havlíčková

Com André Amálio, Lucilia Raimundo, Nelson Makossa
Sonoplastia/ DJ Nelson Makossa

Desenho de Luz Joaquim Madaíl

Cenografia e Figurinos Maria João Castelo

Produção Hotel Europa

Co-produção Maria Matos Teatro Municipal

Hotel Europa

É um duo de artistas de dois países diferentes (Portugal e Republica Checa) e oriundos das disciplinas da dança e do teatro. André Amálio e Tereza Havlíčková conheceram-se em Londres, na Goldsmiths University e têm vindo a colaborar juntos explorando as fronteiras entre a dança, a performance e o teatro. A companhia Hotel Europa criou os espectáculo Hotel Europa (2010), AmálioVsAmália (2011), TV Heroes (2012), FÉ (2013), KinoWaltz (2014) e mais recentemente o espectáculo Portugal Não É Um País Pequeno (2015). Têm apresentado o seu trabalho na Rep. Checa, Portugal e Rei- no Unido.