cie LIV – Embroidery

Espaço Alkantara
residência artística 20 a 28 de fevereiro

Quem viu Mademoiselle Else, de tgSTAN, no Alkantara Festival 2012, lembra-se de Alma Palacios no papel da jovem burguesa vienense enredada na trama psicanalítica de Schnitzler. Alma, juntamente com Ruth Vega Fernandez, Georgia Scalliet e Pauline Moulène fundaram a companhia LIV e começaram a desenvolver o seu próprio projeto. Ouvrage será apresentado em novembro de 2017, no Théâtre de la Bastille, em Paris.

Sobre o processo de pesquisa que traz o coletivo ao Espaço Alkantara escrevem: 
O guião de Bergman’s Cries and Whispers, chamou-nos a atenção. O filme dá a conhecer três mulheres que acompanham a sua irmã moribunda numa casa de campo. Ao debruçarmo-nos sobre o guião de Cries and Whispers, descobrimos também Madame de Sade, de Mishima, uma peça de Bergman encenada em Dramaten, em 1989. Reunidas num salão parisiense, seis mulheres aguardam o retorno do Marquês de Sade.
Encontrando sucessivos ecos entre os dois textos, decidimos entrelaçá-los. Bergman, Mishima e Sade são todos autores masculinos, figuras reconhecidas que escrevem sobre mulheres. Como atrizes, queremos partir destes guiões e estabelecer um diálogo com eles a partir do nosso próprio ponto de vista. Queremos apreender e questionar a imagem das mulheres descritas por estes três homens e, para tal, movemo-nos livremente entre a apropriação e o desprendimento, entre as linhas e direções de palco, entre narrativas, monólogos e cenas.

De e com Pauline Moulène, Ruth Vega Fernandez, Alma Palacios

Colaboração Artística Georgia Scalliet

Cenografia e luz Thomas Walgrave

Produção Les indépendances

Apoios Théâtre de la Bastille, Paris; Théâtre des Tanneurs, Bruxelas; Centre Dramatique Régional de Vire-Le Préau; Théâtre Monty, Antuérpia