TERÇA-FEIRA, de Cláudia Dias NO DAÑSFABRIK

14 – 16 mar
DañsFabrik Festival, Brest

Cláudia Dias inspirou-se no universo dos desenhos animados La Linea, de Osvaldo Cavandoli, para criar Terça-Feira: Tudo o que é sólido dissolve-se no ar, a segunda peça do projeto Sete Anos Sete Peças.
Em palco, Cláudia Dias e Luca Bellezze utilizam uma linha para contar a história de um menino de dez anos que viaja desde a Síria até Itália, e que partilha também o percurso migratório dos seus avôs, primeiro expulsos da Palestina e depois do Líbano. Os artistas assumem o papel de operários, construtores dessa narrativa, acrescentando e retirando elementos, construindo sons e ruídos, utilizando o próprio corpo como régua e esquadro na composição de cada “frame” desenhado.

Conceito e direcção artística Cláudia Dias
Artista convidado Luca Bellezze
Texto Cláudia Dias
Intérpretes Cláudia Dias e Luca Bellezze
Olhar Crítico – Sete Anos Sete Peças Jorge Louraço Figueira
Cenografia e desenho de luz Thomas Walgrave
Assistência Karas
Animação Bruno Canas
Direção técnica Nuno Borda De Água
Produção Alkantara
Coprodução Maria Matos Teatro Municipal; Teatro Municipal do Porto
Residências Artísticas Teatro Municipal do Porto/Teatro do Campo Alegre; O Espaço do Tempo; Centro Cultural Juvenil de Santo Amaro – Casa Amarela
Agradecimentos Ângelo Alves, Anselmo Dias, Ilda Figueiredo, José Goulão, Jorge Cadima, Paulo Costa
O projeto SETE ANOS SETE PEÇAS é apoiado pela Câmara Municipal de Almada
Alkantara – A.C. é uma estrutura financiada por: República Portuguesa | Cultura/Direcção-Geral das Artes e Câmara Municipal de Lisboa

imagem: Alípio Padilha